Aliança parabeniza o Peru por aprovar rotulagem nutricional de advertência

País passa a utilizar  sistema de rótulos de advertência frontais na parte da frente
das embalagens de
produtos não saudáveis

A Aliança pela Alimentação Adequada e Saudável, formada por organizações da sociedade civil, profissionais de nutrição e saúde pública do Brasil, enviou uma carta ao governo do Peru na última semana com o objetivo de parabenizá-lo pela publicação do Manual de Advertências Publicitárias da Lei de Alimentação Saudável no país.

A carta, endereçada ao Presidente da República do Peru, Martin Vizcarra Cornejo, comemora a aprovação da rotulagem nutricional frontal, que está sendo implementada seguindo os moldes do Chile, com octógonos negros na parte da frente das embalagens de produtos não saudáveis.     

A Aliança destaca que as evidências científicas são claras sobre o papel de bebidas e alimentos ultraprocessados com altas quantidades de energia, açúcares adicionados, sódio e gorduras saturadas e que, portanto, “o consumo excessivo desses alimentos e bebidas não saudáveis é uma das causas da obesidade e de doenças relacionadas”.     

A carta enviada pela Aliança parabeniza o governo por ser um líder na região das Américas e por optar por um sistema de rótulos de advertência frontais que beneficia o consumidor.

“Comemoramos o robusto critério nutricional e encorajamos o governo a implementar este esquema de rótulos frontais de advertência em duas fases, com parâmetros de nutrientes mais rigorosos na segunda fase, a fim de alcançar o pleno impacto da medida”.   

A Lei de Alimentação Saudável do Peru

O Manual de advertências publicitárias do Peru foi aprovado em junho deste ano e faz parte da lei de alimentação saudável do país. O documento foi publicado por meio de um Decreto Supremo e detalha os parâmetros que as embalagens de alimentos contendo altos níveis de açúcar, gorduras saturadas e sódio devem seguir, bem como aqueles que contêm gordura trans.

Modelo de rotulagem publicado no Diario Oficial El Peruano, 2018

Além da implementação da rotulagem nutricional frontal, o documento estabelece prazos para que a indústria se adeque e também foca em outras ações para promover a alimentação saudável, como atividades educativas nas escolas e a regularização e a fiscalização da publicidade infantil.

 

Deixe uma resposta

© 2017 - Aliança pela Alimentação Adequada e Saudável. Todos os direitos reservados.

%d blogueiros gostam disto: