Londres pode banir a publicidade de alimentos não saudáveis do transporte público

Esforço faz parte de ações contra a obesidade infantil na capital inglesa

Em Londres, o transporte público não terá mais espaço para publicidade de alimentos não saudáveis. Pelo menos é isso que deseja o prefeito da cidade, Sadiq Khan. Ele anunciou recentemente que está consultando propostas que visam banir anúncios de produtos altos em gordura, açúcar e sódio das redes de trem, metrô e ônibus da capital inglesa.

De acordo com o site da prefeitura, a medida faz parte de um grande esforço de combate à obesidade infantil. Londres tem uma das maiores taxas de excesso de peso da Europa, com quase 40% das crianças entre 10 e 11 anos com sobrepeso ou obesidade. Os números são ainda maiores e mais preocupantes entre os mais pobres, segundo a prefeitura.

Por outro lado, pesquisas conduzidas pelo National Centre for Social Research e pelo Cancer Research UK mostram que a publicidade de alimentos não saudáveis cria uma pressão extra sobre as crianças e as famílias na hora das escolhas alimentares. A Organização Mundial de Saúde (OMS) também recomenda a restrição da publicidade – principalmente aquela direcionada às crianças – como uma importante medida de combate à obesidade.

“A obesidade infantil é uma bomba-relógio e eu estou disposto a agir. Se não enfrentarmos esse problema, nós não estaremos agindo corretamente com as nossas crianças”, disse o prefeito recentemente. “O governo precisa se posicionar e se unir neste esforço contra a obesidade infantil para que possamos atingir o progresso não apenas em Londres, mas em todo o país”.

Leia aqui  (em inglês) a nota completa publicada no site da prefeitura de Londres. O site Conexão Planeta também abordou o assunto, aqui.

Deixe uma resposta

© 2017 - Aliança pela Alimentação Adequada e Saudável. Todos os direitos reservados.

%d blogueiros gostam disto: