Fonte: Greenpeace

Com toda sua elegância e didática, a professora Rita von Hunty, do canal de Youtube Tempero Drag, gravou um vídeo para reforçar o que a ciência e organizações da sociedade civil já apontam há décadas: o atual modelo de produção de alimentos é insustentável. Em uma grande aula recheada de referências bibliográficas, Rita aponta a agricultura familiar de base ecológica como uma saída estrutural para as crises de fome, de saúde e ambiental que o Brasil atravessa hoje. Você pode assistir ao vídeo aqui.

“A gente precisa de um sistema que não esteja focado em destruir e lucrar. Mas um sistema que esteja focado em colaboração, alimentação e preservação”, diz Rita. Um sistema que exista para alimentar pessoas, não empresas. Que respeite e valorize a diversidade e a cultura alimentar de cada região. Que gere saúde no campo e nas cidades. E que seja feito em parceria com a natureza.

A boa notícia é que esse sistema já existe. E é colocado em prática não há 50, nem 60 anos: mas há milhares de anos. Os princípios e a lógica que tradicionalmente movem a agroecologia são outros: em vez de mercadoria, o alimento e o ambiente em que ele é cultivado são considerados direitos. No lugar da competição, entram em campo a solidariedade e a cooperação em rede. E no centro de suas práticas não está o lucro, mas a vida, a saúde e a dignidade humana.

No vídeo, Rita lembra que o Brasil está de volta ao mapa da fome, e questiona as cifras bilionárias do agronegócio brasileiro em um momento de crise humanitária: “Como esse país exporta 5.67 bilhões em janeiro só de produtos agrícolas? A conta não fecha, né moçada?!”.

Por outro lado, ela ressalta o papel fundamental da agricultura familiar no combate à fome: desde o início da pandemia, só o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) já doou para as periferias de todo o Brasil mais de 4 mil toneladas e 750 mil marmitas de alimentos saudáveis e sem agrotóxicos.

“É importante que a gente saiba que existem ações, grupos, organizações que tentam frear esses avanços do agro é pop, da agroindústria. Que tentam construir o futuro numa outra direção”, diz. “A agroecologia como salvação é uma grande verdade”.

E sua família, já apoia a agricultura familiar de base ecológica?

Comer é um ato político! Procure saber onde estão os produtores agroecológicos próximos de sua casa. Fortaleça esse movimento! Para te ajudar, preparamos uma lista com pequenos agricultores que produzem alimentos saudáveis e sem veneno pelas 5 regiões do Brasil. Dá uma olhada aqui.

Tags:
%d