Fechando este mês de incentivo ao aleitamento materno, a professora Ana Eliza Port Lourenço, do Núcleo de Estudos em Saúde e Nutrição na Escola – NESANE/UFRJ, comenta neste artigo sobre formas de falar sobre amamentação com crianças. São sugestões que podem ser trabalhadas tanto na escola quanto em casa, para ajudar as crianças a crescerem percebendo o aleitamento como algo natural e importante para a vida. Foto: Pedro Vianna Tavares

À primeira vista pode parecer estranho pensar em falar sobre aleitamento materno com crianças. No entanto, para que a amamentação seja percebida como algo natural e importante para a vida, é interessante que os pequenos sejam expostos ao assunto desde cedo. Vivemos uma época em que as famílias são menores e nem sempre as crianças convivem com mulheres que amamentam. Conversar com as crianças pode ajudar para que, quando adultos, a amamentação não seja algo desconhecido, estranho e distante da realidade delas.

Amamentação animal

Apresentar fotos e vídeos de animais mamíferos amamentando é uma maneira divertida de atrair a atenção da criançada e de falar, por exemplo, sobre semelhanças entre o aleitamento humano e em outros animais. Quando possível, vale resgatar fotos da criança mamando quando era bebê. Fotos de irmãos, primos ou amiguinhos sendo amamentados também são bem vindas. O importante é mostrar que a amamentação está presente ao nosso redor.

Amamentação em diferentes culturas

Outra sugestão é apresentar imagens de aleitamento envolvendo mulheres de distintas realidades, países e épocas. A depender da idade da criança, podemos conversar sobre o papel do aleitamento materno na história da humanidade e sobre benefícios da amamentação para mães e filhos. Também podemos comentar que o aleitamento materno é vantajoso para o planeta, em termos de economia de recursos naturais utilizados na produção de formulações lácteas e embalagens, no aquecimento e esterilização de mamadeiras e utensílios, sem falar na questão do descarte de latas e plásticos.  

Apoio à amamentação

São variadas as dificuldades que podem aparecer acerca do aleitamento materno, a depender da história de cada mulher, cada bebê e cada pessoa com eles envolvida. Uma das coisas que mais pode ajudar uma mulher a amamentar é ter por perto pessoas que a apoiem. Sendo assim, é interessante destacar imagens que mostrem pessoas apoiando a mulher que amamenta, e salientar o quanto esse suporte é fundamental para mãe e bebê. 

Todos nós podemos apoiar a amamentação, sejamos experientes no assunto ou não, homens ou mulheres, adultos ou crianças. Afinal, o apoio pode acontecer de diversas formas. Pode ser ajudando a cuidar do bebê ou das tarefas domésticas enquanto a mãe descansa, oferecendo escuta cuidadosa quando a mãe quer conversar, estando disponível para ajudar no que precisar, ou simplesmente demonstrando admiração e afeto. No quesito demonstração de carinho, as crianças costumam ser especialistas! Viva aos papéis coloridos, gizes de cera e toda arte e afeição que puder se expressar.  

Interferência da indústria e amamentação

Políticas públicas e movimentos sociais vêm promovendo o aleitamento materno e buscando formas de proteger as mulheres que desejam amamentar. Isso é um avanço importante, principalmente se lembrarmos que, tempos atrás, até mesmo na televisão tinha propaganda de formulações lácteas, e o aleitamento materno era pouco valorizado. Porém precisamos continuar atentos e sensibilizar as novas gerações, pois a gestação e a fase de amamentação ainda são permeadas por produtos da indústria comercial que, por vezes, podem desfavorecer o aleitamento materno. 

É interessante refletirmos sobre o comércio de brinquedos na linha mamãe-bebê. As bonecas atualmente já vêm com bebê conforto, cadeirinha, carrinho, fraldas, chupetas, mamadeiras dos mais diversos tipos, dentre outros acessórios que não necessariamente precisam compor a realidade da maternidade. Mais do que não precisar, chupetas e mamadeiras não são nem mesmo recomendadas e podem dificultar o aleitamento materno. O universo da brincadeira que é colocado pouco incentiva o aleitamento materno no imaginário da criança. Além disso, em sua ampla maioria, são brinquedos direcionados para meninas, que não favorecem que os meninos também possam vir a se perceber como parte dessa realidade. 

Leveza e diversão

Pois é, o assunto não é tão simples. Fica o convite para pensarmos em brincadeiras com bonecas e bonecos que possam promover o aleitamento materno no mundo infantil de forma leve e divertida. A importância de estudar, movimentar o corpo e se alimentar de forma saudável são exemplos de temas que levamos para as crianças ainda pequenas para que venham a construir bons hábitos. Seguindo a mesma ideia, podemos encorajar os pequenos a conhecerem sobre amamentação e serem apoiadores e protetores do aleitamento materno. 

O aleitamento materno traz benefícios para as mães, para os bebês, bem como para o planeta. Não podemos deixar nossas crianças de fora dessa!

%d