Todos nós sabemos o quanto a amamentação é boa para a saúde do bebê e da mãe. Uma ótima notícia é que os estudos realizados até hoje não verificaram transmissão do Coronavírus pelo leite materno. Por isso, tanto a Organização Mundial de Saúde quanto o Ministério da Saúde recomendam a amamentação.

A amamentação pode ser mantida caso a mãe esteja doente ou com suspeita de COVID-19, desde que deseje e esteja bem o suficiente para amamentar.

 

 

O que fazer para amamentar com segurança se você está com Covid-19?

Mães com COVID-19 podem transmitir o vírus pela tosse ou espirro durante o contato com a criança na amamentação. Por isso, alguns cuidados precisam ser tomados:

        • Lavar as mãos por pelo menos 20 segundos antes e depois de tocar o bebê, de amamentar, ou antes de retirar o leite materno (preferencialmente de forma manual).
        • Quando não puder lavar as mãos, usar álcool gel à 70%.
        • Usar máscara facial (cobrindo completamente nariz e boca) durante as mamadas e evitar falar ou tossir durante a amamentação.

Atenção!

– A máscara deve ser imediatamente trocada em caso de tosse ou espirro ou a cada nova mamada.

– Máscaras descartáveis devem ser descartadas imediatamente após o uso.

Máscaras de tecido devem ser de uso pessoal e lavadas após o seu uso.

– Se acontecer de tossir sobre as mamas expostas, deverá lavá-las delicadamente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, antes da mamada. 

        • Se você não estiver se sentindo segura em amamentar, enquanto estiver com coronavírus, você pode retirar seu leite e ofertar à criança no copinho. Se você deseja retirar o leite, siga as orientações da Cartilha para a Mulher Trabalhadora que Amamenta, do Ministério da Saúde.

O isolamento dentro da casa é recomendado

Se sua casa permitir, é recomendado que você, que está amamentando e está doente ou com suspeita de COVID-19, fique com seu bebê em um mesmo quarto da casa, isolados do restante da família.

É claro, depende de como você está se sentindo. Se estiver com muita dificuldade respiratória e com dor no corpo, de modo que não consiga segurar o bebê, você pode pedir a alguém para ajudar com o bebê. 

Se possível, o berço ou carrinho do bebê deve ficar no mínimo a uma distância de um metro de você.

Lembre também de lavar as mãos, com água e sabão, sempre que for cuidar do bebê ou tocar objetos utilizados por ele!!!

Peça ajuda!

Peça ajuda de alguém que esteja saudável para oferecer o leite materno no copinho ao bebê, se preferir retirar o leite do peito.

A pessoa que vai oferecer o leite  precisa ser orientada. Ela deve entrar em contato com um profissional de saúde.

Você pode ligar para o Disque Saúde- Ministério da Saúde, no número 136.

Sua família pode ajudar

Converse em casa como dividir melhor as outras tarefas do dia-a-dia, para que você possa amamentar e também repousar. Mas neste momento, não deve receber visitas de pessoas que não são da casa.

A Aliança pode ajudar

Um grupo formado por especialistas e consultoras em amamentação de universidades públicas e serviços de saúde do Rio de Janeiro criou dois espaços virtuais de apoio, gratuitos, chamados Mulheres Apoiando a Amamentação: um grupo no Facebook e uma página no Instagram. Você é bem-vinda!

 

 

 

 

 

 

%d