O Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor), com apoio da Aliança pela Alimentação Adequada e Saudável, lançou este mês uma campanha nacional sobre a importância de rótulos adequados que alertem sobre produtos ultraprocessados com quantidades excessivas de nutrientes prejudiciais à saúde.

A ação dá destaque para três produtos conhecidos dos consumidores brasileiros: iogurte, macarrão instantâneo e biscoito água e sal, que podem conter excesso de açúcar, gordura saturada e sódio, respectivamente. As peças também informam que a partir de outubro deste ano, os alimentos receberão a nova rotulagem, o que contribuirá para que as pessoas saibam exatamente o que estão consumindo.

Janine Coutinho, coordenadora do Programa de Alimentação Saudável e Sustentável do Instituto, explica que escolhas mais saudáveis dependem de informações claras e adequadas sobre os produtos. “A rotulagem adequada permite que o consumidor tome decisões conscientes sobre o que comer de acordo com suas preferências e ao mesmo tempo avalie qual o impacto negativo daquele alimento para a sua saúde”, destaca.

Mudanças a caminho

Em outubro deste ano, entra em vigor o novo padrão de rotulagem nutricional de alimentos, aprovado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) em 2020, após um longo período de debates e participação social. A partir dessa data, os alimentos terão um selo em formato de lupa na parte da frente da embalagem com rótulos adequados para indicar quando houver quantidades excessivas de açúcar, gorduras saturadas e sódio.

Para saber mais sobre a campanha e o novo padrão de rotulagem, acesse: deolhonosrotulos.org.br.

%d